TRABALHO INFANTIL

Representante do MEC conhece área do campus da Ufla

13/03/2018

O secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), professor Paulo Barone, esteve em São Sebastião do Paraíso na segunda-feira, 12, para conhecer as futuras instalações do campus da Universidade Federal de Lavras (Ufla). Ele, o deputado federal Carlos Melles e o pró-reitor de graduação da Ufla, Ronei Ximenes Martins, foram recepcionados pelo prefeito, Walker Américo Oliveira, no aeroporto municipal e de lá saíram em direção ao Jardim Mediterranèe, onde fica a unidade iniciada do Serviço Social do Comércio (Sesc), que agora abrigará o campus universitário.

Uma comitiva formada por secretários municipais, vereadores e assessores percorreu a área de 150 mil m² do Sesc, que já conta com muro, calçamento, rede elétrica e algumas edificações. Barone se surpreendeu com a estrutura do local e agradeceu à cidade por permitir ao MEC pensar o projeto e à Universidade por possibilitar a realização do mesmo. “Lá no gabinete nós somos gestores. Não temos ascendência sobre a cidade, que é onde as coisas acontecem, nem sobre a Universidade, que é quem opera, quem trabalha. Nós articulamos, discutimos, mas não mandamos em ninguém, nem temos a pretensão de ser assim. As universidades fazem muito bem de ter a sua autonomia com responsabilidade. O que a gente tem que fazer é integrar isso tudo em um projeto nacional. Temos que agradecer também ao deputado Carlos Melles por ser um apoiador incondicional da área da Educação”, comentou.

O secretário de Ensino Superior do MEC lembrou ainda que a sustentabilidade associada à pretensão, no bom sentido, são elementos muito importantes para qualquer época, destacando que a região é um entroncamento logístico importante, com acesso a uma série de outros ambientes. “Estamos falando de uma região como o sul de Minas, que tem virtudes difíceis de comparar com outras regiões do país. Ao mesmo tempo, temos a Universidade Federal de Lavras, que é uma das melhores do continente. Então, temos que somar estas forças e pensar em um projeto de altíssimo impacto. Nós não vamos pensar 'humilde', pensaremos como o mineiro que é simples e modesto, mas que sabe que pode fazer coisa muito boa. Por isso, teremos aqui um projeto em que vamos atuar da forma mais rigorosa possível, para ele ser de impacto nacional”, acrescentou Barone.

A visita do secretário do MEC marca mais uma importante etapa no trabalho para a viabilização no campus federal em Paraíso, cujo projeto já teve aprovação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) e Conselho Universitário (Cuni) da Universidade. A Ufla está classificada como uma das melhores universidades da América Latina e uma das primeiras do Brasil, e esta excelência em ensino superior está vindo com um campus para a região do Sudoeste Mineiro por força de um trabalho que tem amplo respaldo do reitor José Roberto Soares Scolforo. “O Scolforo quando não empurra, ele puxa a gente. Tem uma força de trabalho e uma visão como poucos”, comentou Melles, reconhecendo a parceria efetiva da Universidade.

O pró-reitor de Graduação da Ufla disse que o objetivo não é apenas abrir cursos superiores no município, mas, sim, possibilitar o desenvolvimento de uma região com a oferta de cursos específicos.

Segundo a direção da Ufla, os investimentos para a estruturação do campus serão de aproximadamente R$ 40 milhões, sendo R$ 27 milhões já garantidos no Orçamento da União deste ano para início das obras e cursos que, a princípio, serão voltados à áreas de engenharia, informática, alta tecnologia e agronegócio. “Este é um momento técnico, para que o secretário de Ensino Superior conheça o espaço e veja que nele cabe uma Universidade Federal 'de ponta', que atenderá não só o município, mas também o Estado e todo o Brasil. Para nós, isto é um ganho muito grande na parte econômica e educacional”, disse o prefeito.

Entenda o caso — A construção do Sesc de São Sebastião do Paraíso teve início em 2006, mas a obra, que estava orçada em R$ 30 milhões, está paralisada há oito anos devido à mudanças no projeto e dificuldades de capitalização de recursos. Segundo a direção da Instituição, para deixar o terreno como está hoje houve um investimento de aproximadamente R$ 27 milhões. Diante disso, o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio), Lázaro Luiz Gonzaga, assegurou que o município poderia ter a implantação dos serviços do Sesc se cedesse uma área menor para a entidade. Toda a área da Praça de Esportes Castelo Branco foi disponibilizada. O Sesc anunciou que pretende fazer um investimento de R$ 12 milhões no local, para a implantação de grandes áreas onde atua, como esporte, lazer, educação e cultura. Em contrapartida, a entidade devolverá o terreno no Jardim Mediterranèe para a Prefeitura, que repassará para a Ufla instalar seu primeiro campus fora de Lavras.

 

 

Endereço
Praça dos Imigrantes, 100 - Lagoinha
CEP.: 37950-000 — S. Seb. do Paraíso/MG
Telefone: (35) 3539-7000
Fax geral: (35) 3539-7001

Prefeitura de São Sebastião do Paraíso | MG

  • intranet
  • webmail
PMSSP